Atribuições sociais da arte em contexto periférico

Autores

  • Júlia Bitencourt Santos
  • Raphael Cruz Lima

DOI:

https://doi.org/10.17648/1678-0795.momentum-v18n18-282

Resumo

O estudo a seguir buscou ressaltar alguns elementos que demonstram a relevância da arte no
contexto periférico. De cunho qualitativo, a pesquisa de seis meses em 2019 teve como eixo de
análise as percepções de jovens, com idade entre 13 e 15 anos, que estudam e residem na
periferia de Franco da Rocha (SP). Sob a perspectiva de que a arte possui caráter social e está
diretamente relacionada a movimentos de representação e intervenção política, buscou-se
verificar, através da realização de debates e análise de algumas obras, os processos de
interpretação e identificação desses adolescentes com a cultura que lhes é apresentada. Os
resultados demonstram que há, no fluxo de produção e contato com a arte, suporte para se
intermediar discussões referentes a cultura e relações sociais. Ademais, viu-se que a
aproximação sociocultural e temática que há entre emissores e receptores das mensagens
veiculadas nos campos da literatura marginal e da arte urbana facilita o diálogo entre as partes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-27

Como Citar

Santos, J. B., & Lima, R. C. (2020). Atribuições sociais da arte em contexto periférico. MOMENTUM, 18(18). https://doi.org/10.17648/1678-0795.momentum-v18n18-282

Edição

Seção

Artigos