DFH – Escala Sisto: um estudo exploratório sobre a precisão de juízes

Autores

  • Augusto Rodrigues Dias
  • Beatriz Patrício de Brito
  • Carlos Eduardo Bovenzo Filho

DOI:

https://doi.org/10.17648/1678-0795.momentum-v18n18-281

Resumo

O objetivo foi estabelecer a precisão de avaliadores para os itens de pontuação do DFH – Escala
Sisto, a partir de juízes sem experiência na avaliação de desenhos da figura humana. A amostra
foi composta por 20 indivíduos, de ambos os sexos, com idades variando entre 19 a 51 anos de
idade. Os resultados apontaram que os juízes, percentualmente, tenderam a concordar em suas
avaliações sem, contudo, atingirem o valor mínio estabelecido. Foram consistentes nas
avaliações realizadas, apresentando uma consistência interna que variou entre 0,646 a 0,913 e
Alfa de Cronbach de 0,977. Em termos de fidedignidade dos avaliadores, foi apurado um valor
kappa de 0,664 para o conjunto de trinta itens do instrumento. Conclui-se que o instrumento é
fidedigno sob o ponto de vista da precisão de juízes para a população em questão, bem como
existe a possibilidade de que a experiência prévia exerça alguma influência no processo
avaliativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-27

Como Citar

Dias, A. R., Brito, B. P. de, & Bovenzo Filho, C. E. (2020). DFH – Escala Sisto: um estudo exploratório sobre a precisão de juízes. MOMENTUM, 18(18). https://doi.org/10.17648/1678-0795.momentum-v18n18-281

Edição

Seção

Artigos