A PSICANÁLISE E O AVESSO DO DISCURSO (PSICO)PEDAGÓGICO

Tácito Carderelli Silveira

Resumo


Partindo de uma perspectiva psicanalítica, o presente texto tem como objetivo fazer uma breve reflexão a respeito do chamado fracasso escolar, procurando demonstrar de que forma os aspectos políticos e ideológicos contidos no encontro entre Psicologia e Pedagogia foram determinantes em relação aos rumos do processo de escolarização em nosso país.

Palavras-chave


Fracasso escolar; Pedagogia; Psicologia; Psicanálise

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, H. A crise na educação. In : _______. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 4ª. ed., 1997.

AMORIM, M. A escola e o terceiro excluído. Revista de Psicologia e Psicanálise. Instituto de Psicologia da UFRJ, nº 1. Rio de Janeiro: Ed. Primavera, 1989.

CARVALHO, M. M. C. Quando a história da educação é a história da disciplina e da higienização das pessoas. In: FREITAS, M. C. (org.) - História social da infância no Brasil. São Paulo: Cortez Editora/USF-IFAN, 1997.

KUPFER, M. C. Freud e a Educação: O mestre do impossível . São Paulo: Editora Scipione, 3ª. ed., 1995.

LAJONQUIÈRE, L. A criança, “sua” (in)disciplina e a psicanálise. In: AQUINO, J.G.. Indisciplina na escola. São Paulo: Editora Summus, 1996.

_________. Dos “erros” e em especial daquele de renunciar à educação . Estilos da clínica, ano II, nº 2, pp. 27-43, 2º. sem., 1997.



12 Cf. Lajonquière, L. - A criança, “sua” (in)disciplina e a psicanálise. 1996, p. 35-36 .

_________. A psicanálise, a educação e a Escola de Bonneuil: a (à) lembrança de Maud Mannoni . Estilos da clínica, ano III, nº 4, pp. 65-79., 1º sem., 1998.

MANNONI, M. A primeira entrevista em psicanálise: prefácio de Françoise Dolto. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1981.

_________. Educação impossível. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editores, 2ª. ed., 1988.

PATTO, M. H. S. O modo capitalista de pensar a escolaridade: anotações sobre o caso brasileiro. In: _______. A produção do fracasso escolar. São Paulo: T. A. Queiroz Editor, 1996.

PERALVA, A. T. & SPOSITO, M. P. Quando o sociólogo quer saber o que é ser professor. Entrevista com François Dubet. Revista Brasileira de Educação, nº 5/6, pp. 222-231, 1997.

SEVCENKO, N. O prelúdio republicano, astúcias da ordem e ilusões do progresso. In: NOVAIS, F. (coord.) História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, vol. III, 1998.

SOUZA, M. C. C. C. À sombra do fracasso escolar: a psicologia e as práticas pedagógicas. Estilos da Clínica. Revista sobre a infância com problemas, ano III, nº 5, 2º sem., 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Tácito Carderelli Silveira



Centro Universitário UNIFAAT