A Brinquedoteca como Espaço Educacional Relato de uma Experiência Desenvolvida na Disciplina Prática Profissional do Curso

Marli Lucas Pereira

Resumo


A brinquedoteca escolar se constitui como um espaço de diversas atividades educativas que pode contribuir para o desenvolvimento das crianças que frequentam a escola. A partir dessa perspectiva e compreendendo o valor do jogo e da brincadeira na vida do ser humano, é que propusemos na disciplina Prática Profi ssional do curso de Pedagogia Matutino da FAAT- Faculdades Atibaia, a criação e implementação de uma brinquedoteca em uma escola da rede pública do município de Atibaia. O curso de Pedagogia da FAAT- Faculdades Atibaia e mais especifi camente a disciplina Prática Profi ssional tem como proposta enriquecer o processo de formação dos futuros professores uma vez que deve ser na formação do educador, o componente nucleador e problematizador das questões que se põem na relação teoria/prática. Ao cumprir este papel, contribui sobremaneira na formação do Profi ssional Refl exivo, na construção de uma nova epistemologia da prática profi ssional, visando vencer o confl ito entre o saber escolar e a refl exão na ação. O presente trabalho faz a explicitação das atividades que foram realizadas na disciplina Prática Profi ssional do curso de Pedagogia Matutino da FAAT- Faculdades Atibaia, no período de 2007 a 2008 e, ao mesmo tempo, a descrição e análise da implementação da brinquedoteca em uma escola da rede publica estadual no município de Atibaia. Entendemos que a disciplina Prática Profi ssional pode contribuir para que o futuro professor ultrapasse o nível do senso comum, à medida que os conhecimentos teóricos vão favorecendo a compreensão do fenômeno da educação em diferentes dimensões. Esses conhecimentos devem ser apreendidos em situações que propiciem problematização, investigação, refl exão, invenção, criatividade e que possibilitem, ainda, a transformação de crenças e representem a complexidade da situação de ensino. Esperamos contribuir no processo de formação por meio da intenção de formar profi ssionais preocupados com a valorização de jogos e brincadeiras, como também no desenvolvimento de pesquisas que apontem a relevância dos mesmos para a educação, por meio de um trabalho em equipe.

Palavras-chave


Formação do professor; Brincadeira; Brinquedoteca; Ensino/ aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOWICZ, Anete; RODRIGUES DE MELLO, Roseli (orgs) Educação: pesquisas e práticas. Campinas: Papirus, 2000.

CUNHA, Nylse Helena Silva. Brinquedoteca: um mergulho no brincar. São Paulo: Maltese, 1994. FRANCHI, Eglê Pontes. A Insatisfação dos Professores: conseqüências para a profi ssionalização. In:

FRANCHI, Eglê P. (org.) A Causa dos Professores. São Paulo: Papirus, 195.

FRIEDMANN, Adriana (et alli). O Direito de Brincar: a brinquedoteca. São Paulo: Scrita: ABRINQ, 1992.

GUERRA, Clarisa Terezinha. Conhecimento Psicológico e Formação de Professores. In: AZZI, Roberta Gurgel; BATISTA, Sylvia Helena Souza da Silva; SADALLA, Ana Maria de Aragão (Orgs.). Formação de Professores: discutindo o ensino de psicologia. Campinas: Editora Alínea, 2000.

LIBÂNEO, José Carlos; PIMENTA, Selma Garruido. Formação de Profissionais da Educação- visão crítica e perspectivas de mudança. Educação e Sociedade, n.68, p.239277, 1999.

MACEDO, Lino. Os Jogos e Sua Importância na Escola. In: MACEDO, Lino de; MALUF. Angela C. M. Brincar: prazer e aprendizado. Rio de Janeiro: Vozes, 2003.

PEREIRA, Júlio Emílio D. Formação de Professores, Pesquisas, Representações e Poder. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

PÉREZ GÓMEZ, Angel. Compreender o Ensino na Escola: modelos metodológicos de investigação educativa. In: SACRISTÁN ,J Gimeno; PÉREZ GÓMEZ, Angel. Compreender e Transformar o Ensino. Porto Alegre: Artmed, 1998.

VYGOSTKY, L S. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes, 1991.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Marli Lucas Pereira



Centro Universitário UNIFAAT