Considerações fenomenológicas sobre a vivência da superação no tatame

Bianca Teixeira Canteri, Tatiana Gomez Espinha

Resumo


O presente artigo apresenta uma pesquisa realizada em 2016 que teve como objetivo compreender a experiência da superação de atletas profissionais e amadores a partir de uma perspectiva fenomenológica. As entrevistas e análises realizadas com atletas do Jiu Jitsu ajudaram a compreender o fenômeno da superação. A superação relacionou-se a uma experiência positiva, que proporciona ganhos e se estende para fora do contexto esportivo, e que tendo o limite como característica essencial atribui valor à prática esportiva em si. O atleta que passa a reconhecer seus limites ao ser desafiado relaciona-se com aspectos existenciais da vida estudados pela Psicologia de referencial fenomenológico.


Palavras-chave


Superação. Psicologia. Fenomenologia.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAPESP. Associação Brasileira de Psicologia do Esporte. 2015. Disponível em: http://www.abrapesp.org.br/sobre. Acesso em: 10 dez. 2019.

AMATUZZI, M.M. Pesquisa fenomenológica em psicologia. In: BRUNS, M. A. T; HOLANDA, A.F. (orgs.). Psicologia e pesquisa fenomenológica: reflexões e perspectivas. 2 ed.São Paulo: Alínea, 2007, p. 17-25.

BARBANTI Valdir. O que é o esporte? Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, Florianópolis, v.11, n.1, p.54-58. 2006. Disponível em: http://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/833/84. Acesso em: 12 dez. 2019.

BARBOSA, R.B. A ideia Husserliana de fenomenologia. Inconfidentia – Revista Eletrônica de Filosofia, Mariana, v.2, n.2, p.22-40, jan./jul. 2014. Disponível em: http://inconfidentia.famariana.edu.br/wp-content/uploads/2014/08/A-ideia-husserliana-de-fenomenologia.pdf. Acesso em: 18 dez. 2019.

CASAL, H. M. V. Fatos e reflexões sobre a história da Psicologia do Esporte. In: BRANDÃO, M. R. F; MACHADO, A. A. Coleção Psicologia do Esporte e do Exercício. São Paulo: Atheneu. 2007, p.1-29. v.1.

CASCO, R. Ideologia esportiva e formação do indivíduo: contribuições da teoria crítica do esporte. Psicologia USP, São Paulo, v.29, n.2, p.179-188, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pusp/v29n2/1678-5177-pusp-29-02-179.pdf. Acesso em: 09 dez. 2019.

CRESWELL, J.W. Qualitative Inquiry and Research Design: Choosing among five approaches. 2nd. Ed. Thousand Oaks, CA: SAGE Publications, 2007. 398p. Disponível em: http://www.stibamalang.com/uploadbank/pustaka/RM/QUALITATIVE%20INQUIRY%20ok.pdf. Acesso em: 12 dez. 2019.

FIORESE VIEIRA, L; VISSOCI, J.R.N; OLIVEIRA, L.P; LOPES VIEIRA, J.L. Psicologia do esporte: uma área emergente da psicologia. Psicologia em Estudo, Maringá, v.15, n.2, p.391-399, abr. /jun. 2010. http://www.scielo.br/pdf/pe/v15n2/a18v15n2. Acesso em: 17 dez. 2019.

FORGHIERI, Y. C. Psicologia Fenomenológica: Fundamentos, Método e Pesquisas. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

FRASCARELI, L.S. Interfaces entre psicologia e esporte: sobre o sentido de ser atleta. 2008. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo. 2008.

GARNICA, A.V.M. Algumas notas sobre pesquisa qualitativa e fenomenologia. Revista Interface, Botucatu, v.1, n.1, p.109-122, ago.1997. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v1n1/08.pdf. Acesso em: 12 dez. 2019.

GAZZANIGA, M.S; HEATHERTON, T.F. Motivação. In: GAZZANIGA, M.S; HEATHERTON, T.F. Ciência Psicológica: mente, cérebro e comportamento. Trad. VERONESE, M.A.V.V. Porto Alegre: Artmed. 2005.

GOTO, T.A. Introdução à Psicologia fenomenológica: a nova Psicologia de Edmund Husserl. São Paulo: Paulus, 2008.

HOLANDA, A. Fenomenologia, psicoterapia e psicologia humanista. Revista Estudos de Psicologia, Campinas, v.14, n.2, p.33-46, maio/ago.1997. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/estpsi/v14n2/04.pdf. Acesso em: 20 dez. 2019.

HOLANDA, A. Questões sobre pesquisa qualitativa e pesquisa fenomenológica. Revista Análise Psicológica, Lisboa, v.24, n. 3, p.363-372, jul. 2006. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/aps/v24n3/v24n3a10.pdf. Acesso em: 10 dez. 2019.

KÖTTIG, M; VÖLTER, B. “Isso, sim, é ser sociólogo!”: uma entrevista narrativa com Fritz Schültze sobre a história de sua obra na sociologia. Revista de Ciências Sociais Civitas, Porto Alegre, v.14, n. 2, p.204-226, maio/ago. 2014. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/civitas/article/view/17840/11470. Acesso em: 14 dez. 2019.

LA TAILLE, Y. Uma interpretação psicológica dos “Limites” do Domínio Moral: Os Sentidos da Restrição e da Superação. Revista Educar, Curitiba, n.19, p.23-37, 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n19/n19a03.pdf. Acesso em: 18 dez. 2019.

MARQUES, M.P; SAMULSKI, D.M. Análise da carreira esportiva de jovens atletas de futebol na transição da fase amadora para a profissional: escolaridade, iniciação, contexto sócio-familiar e planejamento da carreira. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.23, n.2, p.103-119, abr./jun. 2009. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/16714/18427. Acesso em: 12 dez. 2019.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. 3 ed. Trad. MOURA, C.A.R. São Paulo: Martins Fontes. 2006.

MUYLAERT, C.J; SARUBBI JÚNIOR, V.S; GALLO, P.R; ROLLIM NETO, M.L; REIS, A.O.A. Entrevistas narrativas: um importante recurso em pesquisa qualitativa. Revista da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, v.48, n.2, p.193-199, dez. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v48nspe2/pt_0080-6234-reeusp-48-nspe2-00184.pdf. Acesso em: 09 dez. 2019.

RANIERI, L.P; BARREIRA, C.R.A. A superação esportiva vivenciada por atletas com deficiência visual: análise fenomenológica. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, São Paulo, v.3, n.2, p.46-60. 2010. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rbpe/v3n2/v3n2a05.pdf. Acesso em: 18 dez. 2019.

RUBIO, K. A Psicologia do Esporte: Histórico e Áreas de Atuação e Pesquisa. Revista Psicologia, ciência e profissão, Brasília, v.19, n3, p.60-69. 1999. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v19n3/07.pdf. Acesso em: 12 dez. 2019.

______. O Imaginário da Derrota no Esporte Contemporâneo. Revista Psicologia e Sociedade, [on line], v.18, n.1, p.86-91. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v18n1/a12v18n1.pdf. Acesso em: 14 dez. 2019.

_____. A Dinâmica do Esporte Olímpico do Século XIX ao XXI. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.25, n.esp., p.83-90. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v25nspe/09.pdf. Acesso em: 18 dez. 2019.

SILVA, F.A.N. Fenomenologia e Psicologia: Uma Relação Epistemológica. Revista Psicologia em foco, Aracaju, v.2, n.1, p.139 - 142. 2009. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rag/v15n2/v15n2a02.pdf. Acesso em: 17 dez. 2019.

SILVA, L.M.F; PORPINO, K.O. Esporte como experiência estética e educativa: uma abordagem fenomenológica. HOLOS [on line], v.5, p.64-80, nov. 2014. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/71373021.pdf. Acesso em: 18 dez. 2019.

SILVA, M.L; RUBIO, K. Superação no Esporte: Limites Individuais ou Sociais? Revista Portuguesa de Ciências do Desporto [on line], v.3, n.3, p.69-76, 2003. Disponível em: https://rpcd.fade.up.pt/_arquivo/artigos_soltos/vol.3_nr.3/LSilva.pdf. Acesso em: 20 dez. 2019.

STRUBE, M.J. What did Triplett really find? A contemporary analysis of the first experiment in social psychology. The American Journal of Psychology, Illinois, v.118, n.2, p.271-286, 2005. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15989124. Acesso em: 12 dez. 2019.

UNESCO. Psicologia do Esporte: cadernos de referência do esporte, n.6. Brasília, 2013. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000224991. Acesso em: 19 dez. 2019.

WELLER, W; ZARDO, S.P. Entrevista narrativa com especialistas: Aportes metodológicos e exemplificação. Revista da Faculdade de Educação do Estado da Bahia (FAEEBA) – Educação e contemporaneidade, Salvador, v.22, n. 40, p.131-143, 2013. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/757/530. Acesso em: 20 dez. 2019.




DOI: https://doi.org/10.17648/1678-0795.momentum-v1n17-246

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Bianca Teixeira Canteri, Tatiana Gomez Espinha



Centro Universitário UNIFAAT