A mediação da psicologia da educação em processos formativos: uma experiência com a formação de professores

Maria Emiliana Lima Penteado, Luciana Andréa Afonso Sigalla

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar parte de um processo formativo que teve como temática o trabalho com diferentes gêneros discursivos na sala de aula e utilizou-se de uma metodologia autoral inspirada na Psicologia Sócio-Histórica de Vigotski e seus seguidores. A formação contou com a participação de 60 professores de Ensino Fundamental – Anos Iniciais – e seus coordenadores, de uma rede pública municipal paulista. Dentre outros achados, o referido processo revelou que ter um momento de reflexão no qual pudessem expressar suas significações acerca do que é ser professor foi algo muito importante para os participantes, razão pela qual defende-se, neste trabalho, a necessidade de se repensar a formação continuada de professores, lançando um olhar para além dos conteúdos que esses profissionais certamente precisam dominar.


Palavras-chave


Formação continuada de professores. Estratégias de formação docente. Espaços reflexivos de formação.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, W. M. J.; OZELLA, S. Apreensão dos sentidos: aprimorando a proposta dos núcleos de significação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 94, n. 236, p. 299-322, jan./abr. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbeped/v94n236/15.pdf . Acesso em: 20 ago. 2019.

________. Núcleos de significação como instrumento para a apreensão da constituição dos sentidos. Psicologia: Ciência e Profissão, São Paulo, v. 26, n. 2, p. 222-247, 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v26n2/v26n2a06.pdf . Acesso em: 20 ago. 2019.

BOCK, A. M. B. Fundamentos teóricos da psicologia sócio-histórica. In: BOCK, A. M. B; GONÇALVES, M. G. M.; FURTADO, O. (orgs.). Psicologia sócio-histórica: uma perspectiva crítica em psicologia. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

GATTI, B. A. Conversando sobre o campo da psicologia da educação. In: ALMEIDA, L. R.; RONCA, A. C. C. (orgs.) 50 anos de produção em psicologia da educação: relatos de pesquisa. Campinas, SP: Pontes Editores, 2019.

PENTEADO, M. E. L. A dimensão subjetiva da docência: significações de professores e gestores sobre “ser professor”, produzidas em um processo de pesquisa e formação. 2017. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP, São Paulo, 2017. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20566 . Acesso em: 28 ago. 2019.

PLACCO, V. M. N. de S. Processos multidimensionais na formação de professores. In: ARAÚJO, M. I. O.; OLIVEIRA, L. E. (orgs.). Desafios da formação de professores para o século XXI: o que deve ser ensinado? O que é aprendido? Universidade Federal de Sergipe, CESAD, 2008, p. 185-198.

VASCONCELLOS, C. S. Para onde vai o professor? Resgate do professor como sujeito de transformação. 10. ed. São Paulo: Libertad, 2003. (Col. Subsídios Pedagógicos do Libertad, v. 1).

VÁZQUEZ, A. S. Filosofia da práxis. São Paulo: Expressão Popular, 2011.




DOI: https://doi.org/10.17648/1678-0795.momentum-v1n17-243

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Maria Emiliana Lima Penteado, Luciana Andréa Afonso Sigalla



Centro Universitário UNIFAAT