A CONFIANÇA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA NAS INSTITUIÇÕES DE SEGURANÇA

Thaís Battibugli Battibugli

Resumo


O objetivo deste artigo é compreender a percepção da população paulista sobre suas instituições de segurança, a saber, Polícia Civil e Polícia Militar, tendo como foco secundário a Polícia Federal e as Forças Armadas. O modo como a população interage ou evita a
polícia reflete a eficiência e a qualidade dos serviços por ela prestados, além do grau de confiança nela depositada.


Palavras-chave


Polícia, segurança pública, democracia, confiança, accountability.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Sérgio. “Consolidação Democrática e políticas de

segurança pública no Brasil: rupturas e continuidades.” In

Zaverucha, Jorge (org.). Democracia e instituições políticas Brasileiras no final do século XX. Recife: Bagaço. 1998.
ADORNO, Sérgio, IZUMUNO, Wânia Pasinato. “As Graves Violações de Direitos Humanos: o tema e a pesquisa” in PINHEIRO, Paulo Sérgio (Pesquisador Resposável). Continuidade Autoritária e Construção da Democracia. Relatório Final, Volume 1. São Paulo: NEV-USP, 1999.
BITTNER, Egon. Aspects of police work. Northeastern University Press, USA, 1990.
CALDEIRA, Teresa Pires do Rio. Cidade de muros : crime, segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo : Ed. 34: Edusp, 2000.
CENTRO DE ESTUDOS DA VIOLÊNCIA (CEV). Construção das Políticas de Segurança Pública e o Sentido da Punição, São Paulo (1822-2000). São Paulo: CEV/CEPID/FAPESP - Projeto 2 (2001-2006), 2000.
COSTA Jr., Heitor. ‘O controle da violência da polícia pelo sistema penal’. Justitia, vol 131, 1985, pp. 194-207.
KEANE, J. (Ed.). Civil Society and the State. New European Perspectives. Verso, London, New York, 1988.
LEVI, Margaret. ‘A State of Trust’. In: BRAITHWAITE, Valerie; LEVI, Margaret. Trust and Governance. NYC, Russell Sage Foundation, 1998.
NEWTON, Kenneth; NORRIS, Pippa. ‘Confidence in Public Institutions: Faith, Culture, or Performance?’ In: NORRIS, Pippa. Critical Citizens. Oxfortd University Press, 1999.
NÚCLEO DE ESTUDOS DA VIOLÊNCIA (NEV). Pesquisa sobre a imagem da polícia junto à população. Mimeo, 2001.
REISS, Albert J., BORDUA, David J. ‘Environment and Organization: a Perspective on the Police”. In: Police: six sociological essays. BORDUA, John Wiley, NYC, 1967.
O’DONNELL, Guillermo. “Poliarquias e a (in)efetividade da lei na América Latina: uma conclusão parcial” in MENDEZ, Juan E., O’DONNELL, Guillermo, PINHEIRO, Paulo Sérgio. Democracia Violência e Injustiça. O Não-Estado de Direito na América Latina. São Paulo, Paz e Terra, 2000.
PESTANA, José César. Manual de Organização Policial. São Paulo: SG, 1954.

PETTIT, Philip. ‘Republican Theory and Political Trust’. In: BRAITHWAITE, Valerie; LEVI, Margaret. Trust and Governance. NYC, Russell Sage Foundation, 1998.
PINHEIRO, Paulo Sérgio. “Transição política e não-Estado de direito na República”. In: SACHS, Ignacy, WILHEIM, Jorge e PINHEIRO, P. S. Brasil: um século de transformações. Companhia das Letras, São Paulo, 2001.
PUTNAM, Robert D.;PHARR, Susan J. e DALTON, Rusell J.. Disaffected Democracy: What’s Troubling the Trilateral Democracies? Princeton University Press, 2000.
REINER, Robert. A Política da Polícia. São Paulo: Edusp, 2004.
SZTOMPKA, Piotr. Trust – A Sociological Theory. CUP, 1999.
WEBER, M. “Os fundamentos da organização burocrática: uma construção de um tipo ideal”. In: Sociologia da Burocracia. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1966.
Obras gerais e de referência
DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de teoria geral do estado. 24ª edição. São Paulo: Saraiva, 2003.
WEBER, M. Economia e Sociedade. Brasília: Universidade de Brasília, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Thaís Battibugli Battibugli



Centro Universitário UNIFAAT